Crise derruba uso de celular e tevê a cabo

25/11/2015

Em setembro, queda no número de telefones móveis foi de 1%. Na televisão por assinatura, de 3%, ante o mesmo mês de 2014. Banda larga cresceu.

O brasileiro está tão apertado por conta da recessão, com aumento do desemprego, queda na renda e inflação nas alturas, que cortou serviços como telefone e televisão por assinatura. Pela primeira vez na história, o número de linhas de telefonia móvel no país teve queda. O SindiTelebrasil, entidade que representa as empresas de telecomunicação com atuação no mercado nacional, registrou 275 milhões de celulares até setembro deste ano,1% a menos do que em 2014.

Leia mais...

Preços devem subir no Natal

25/11/2015

O preço dos smartphones e tablets deve subir no Natal. A desoneração dos produtos acaba em 1º de janeiro de 2016 e a tendência é que os lojistas levemem consideração, já no valor de venda em dezembro, os preços que vão pagar para repor os estoques no ano que vem. A projeção é do presidente do SindiTelebrasil /E>, Eduardo Levy.

Segundo ele, o momento econômico é tão delicado que a entidade, que normalmente faz uma estimativa para o crescimento do setor no fechamento do ano, não quis arriscar uma previsão.

Leia mais...

Queda na venda de chips deve se repetir em 2016

25/11/2015

Coma primeira queda no número de linhas ativas da história do setor de telefonia celular em 2015, as teles acreditam que a redução na quantidade de chips deve se repetir em 2016. Em setembro deste ano, o SindiTelebrasil - que representa as principais companhias do setor - registrava 275 milhões de Unhas ativas no País, perda de1% em relação ao fim do ano passado.Osetor pede mudançana tributação do setor para tentar conter essa queda.

Leia mais...

Base de assinantes em Smartphones são usados 2016

25/11/2015

 A base de assinantes da telefonia móvel pode sofrer nova queda em 2016, na avaliação do presidente executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiT elebrasil), Eduardo Levy.

Para este ano,o setorprojetaaprimeira redução dabase de celulares no Brasil. Até setembro desde ano, o setor atingiu 275 milhões de linhas habilitadas, redução de1% em relação aomesmo período de 2014.

Leia mais...

Teles mostram estudo que coloca conta de brasileiros entre mais baratas do mundo

24/11/2015

Embora a União Internacional de Telecomunicações (UIT) - órgão vinculado àONU - ano após ano, classifique os custos da telefonia móvel e da banda larga no País entre os mais caros do mundo, as principais companhias que atuam no Brasil questionam a metodologia do organismo internacional e apresentaram nesta terça-feira, 24, novamente umestudo que coloca as contas dos brasileiros entre as mais baratas do planeta.

Leia mais...

Pela primeira vez, cai a venda de chips de celular no país

24/11/2015

Queda de1%entre janeiro a setembro deste ano é reflexo da crise econômica.

BRASÍLIA - Com a crise, a venda de chips de celulares cai pela primeira vez no país , segundo dados do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil /E>). Entre janeiro e setembro, a queda na venda de linhas móveis foi de1%emrelação ao mesmo período do 2014, para 275 milhões de celulares. A entidade ainda não tem previsão para o fechamento do ano.

Leia mais...

SindiTelebrasil indica nova queda na base de celulares no próximo ano

24/11/2015

BRASÍLIA-A base de assinantes da telefonia móvel podesofrer novaqueda em 2016, naavaliaçãodo presidente- executivo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil ),EduardoLevy. Segundo ele, os fatores que têm provocado o cancelamento de linhas devem continuar influenciando no comportamento do segmento.

Para este ano,o setorprojetaaprimeira redução dabase de celulares no Brasil. Até setembro desde ano, o setor atingiu 275 milhões de linhas habilitadas, redução de1% em relação aomesmo período de 2014.

Leia mais...

Pela primeira vez, número de celulares ativos diminui no Brasil

24/11/2015

Parte daqueda é atribuída à diminuição do número de celulares com chips pré-pagos Arquivo/ABr

Estudo divulgado pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil )mostra que, pela primeira vez, houve diminuição do número de linhas de celulares ativas no Brasil. Essa tendência era esperada, masdeforma mais lenta e só daqui a dois ou três anos, informou o presidente da entidade, Eduardo Levy. Os 275 milhões de celulares ativos em setembro de 2015 representam uma queda de1%ao longodo ano.

Leia mais...

SindiTelebrasil vê como positiva consulta sobre modelo de prestação de serviço

24/11/2015

O presidente-executivo do SindiTelebrasil, Eduardo Levy, classificou como positiva a iniciativa do governo em abrir na segunda-feira, 23, uma consulta pública para debater a revisão do modelo de prestação dos serviços de telecomunicações no País. Para o executivo, a atualização do marco regulatório do setor pode incentivar a manutenção e a ampliação dos investimentos do setor.

"Os ministérios do Planejamento e das Comunicações estão com essa intenção de destravar rapidamente os investimentos. Isso para nós é música", avaliou Levy.

Leia mais...

Teles móveis eliminam 10 milhões de acessos pré-pagos em nove meses

24/11/2015

A tarifa de interconexão ainda tem muito o que cair, mas já começou a perder sentido em se manter vários chips por pessoa, de forma a buscar sempre a chamada mais barata. Até setembro, 10 milhões de acessos pré-pagossumiram dabasedeassinantes, quevai, pela primeira vez nos 25 anos em que existe no Brasil, terminar o ano menor do que começou.

"Até setembro perdemos 1% da base e no último trimestre pode ser mais forte o impacto", diz o diretor- executivo do sindicato nacional das operadoras, Sinditelebrasil, Eduardo Levy.

Leia mais...

Pagina 2 de 180

Emissão de Guias GRCS

cadastre sua empresa

Receba nossas novidades

Rio de Janeiro - RJ

Avenida Pasteur, 383 - Urca
Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22290-240

Tel.: +55 (21) 2244-9494 - Fax:+55 (21) 2542-4092

Brasília - DF

SCN Quadra 1, Bloco F - Ed. América Office Tower
8º andar - Brasília - DF - CEP: 70711-905

Tel: +55 (61) 2105-7455