Teles pressionam governo contra aumento de taxas

18/06/2015

Telefonia Para setor,se Fistel subir 189%, emprego, preço ao consumidor e receitas ficarão em xeque.

 Diante dasinformações de que o governo planeja aumentar em 189% o Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), líderes das operadoras do setor reuniram se ontem em Brasília com o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, e o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações, João Rezende. Se o governo não recuar, as teles poderão recorrer à Justiça, pois entendem a não aplicação dos valores arrecadados em benefício do setor como confisco, quebra das regras e necessidade de se rever o modelo do negócio.

Leia mais...

Teles tentam explicar novo modelo de cobrança de dados móveis

18/06/2015

Começou oficialmente nesta quarta-feira 17/06, a campanha das operadoras móveis para informar aos consumidores sobre os planos da Internet móvel. A iniciativa tem o objetivo de ampliar os conhecimentos dos clientes sobre a navegação na internet móvel e deixará clara a possibilidade do bloqueio ao fim da franquia contratada.Também trará exemplos práticos de consumo de dados e de fatores que podem aumentar o consumo ou afetar a velocidade denavegação, alémdedicas para melhorar a utilização do plano de dados.

Leia mais...

Taxa sobre a telefonia pode ter alta de 189%

18/06/2015

O aumento da cobrança do Fistel pode retirar entre 30 milhões e 40 milhões de pessoas da base de usuários de serviços telefone celular no País, segundo cálculos das empresas de telecomunicações. Se o governomantiver os planosde reajustar em 189% a taxa que incide sobre o serviço, as empresas não terão mais como manter usuários de celulares pré-pagos, segundo o presidente executivo do Sindicato Nacional de Empresas de Telefonia, Eduardo Levy.

Leia mais...

Empresas de Telecom alertam que aumento de taxas levaria à redução de celulares pré-pagos

17/06/2015

BRASÍLIA - Dirigentes de empresas de telecomunicações se reuniram nesta quarta-feira com o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, para apresentar sua preocupação com a possibilidade de aumento de 189% do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel). A proposta de aumento, segundo fontes do mercado, constaria de estudos do próprio governo para aumentar a arrecadação. Segundo os cálculos apresentados pelas empresas, a principal consequência do reajuste do Fistel seria uma redução em 40% no número de telefones celulares pré-pagos no país e nos investimentos da operadoras de telecomunicações.

Leia mais...

A revolução da banda larga

17/06/2015

Ethevaldo Siqueira Escritor e jornalista, especializado em novas tecnologias de informação e comunicação.

O grande salto proporcionado pelas tecnologias da informação e comunicação.(TICs) neste começo do século 21 decorre, principalmente, do aumento exponencial da velocidade de circulação das informações promovido pela internet em banda larga.

Um fato que precisa ser destacado hoje no Brasil é o uso da internet na educação. Já são mais de 84 mil escolas públicas (dados de março de 2015) com acesso gratuito à banda larga, numa rede oferecida gratuitamente aos alunos pelas operadoras de telecomunicações.

Leia mais...

Operadoras podem ter custo de até R$5,5 bi com aumento de taxas do Fistel, diz sindicato

17/06/2015

BRASÍLIA (Reuters) - O setor de telecomunicações calcula em até 5,5 bilhões de reais anuais o aumento de custo das operadoras de telefonia caso o governo leve adiante o plano de elevar as taxas cobradas para o Fundo de Fiscalização de Telecomunicações (Fistel).

A estimativa consta em estudo do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil ) entregue nesta quarta-feira ao ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini.

Leia mais...

Alta do Fistel reduziria em até 40 milhões usuários de celular, diz sindicato

17/06/2015

O aumento da cobrança do Fistel pode retirar entre 30 milhões e 40 milhões de pessoas da base de usuários de serviços telefone celular no País, segundo cálculos das empresas de telecomunicações. Se o governo mantiver os planos de reajustar em 189% a taxa que incide sobre o serviço, usuários de celulares pré-pagos podem não ter mais condições de manter seus números, afirma o presidente-executivo do Sindicato Nacional de Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil ), Eduardo Levy. O governo estuda aumentar a taxa do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) para elevar a arrecadação e contribuir com a meta do superávit primário.

Leia mais...

Teles: Aumento de 20% no preço e queda de 40% dos clientes com aumento do Fistel

17/06/2015

Os presidentes de todas as operadoras de celular que atuam no Brasil estiveram hoje, 17, com o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, com um único discurso: se o governo aumentar em 189% a taxa do Fistel (como está em estudos pelo Ministério da Fazenda), os impactos sobre o setor e a sociedade serão muito maiores do que simplesmente o aumento de custos para as empresas e usuários de telecom. Conforme as projeções do SindiTelebrasil, haverá aumento do preço do celular de mais de 20%, queda na base de celular de 40% e os lucros se transformariam em prejuízos. ” Para o setor de telecom, um aumento do Fistel traz um efeito devastador sobre os clientes que pagam pouco e sobre o resultado das empresas”, afirmou o presidente-executivo da entidade, Eduardo Levy.

Leia mais...

Operadoras lançam campanha de informação sobre oferta de internet móvel

17/06/2015

As operadoras de telefonia e internet móvel iniciam hoje, em todo o País, uma campanha de informação sobre os planos de internet móvel. A campanha, em linguagem simples e clara, tem o objetivo de ampliar os conhecimentos dos clientes sobre a navegação na internet móvel. Também trará explicações sobre a franquia e seus limites, exemplos práticos de consumo de dados e de fatores que podem aumentar o consumo ou afetar a velocidade de navegação, além de dicas para melhorar a utilização do plano de dados.

Leia mais...

Operadoras apresentam "cenário devastador" com aumento de 189% do Fistel

17/06/2015

Dirigentes de todas operadoras móveis afirmaram, nesta quarta-feira, 17, que o aumento do Fistel em 189%, como está cogitando o governo, vai reduzir a base de celulares pré-pagos em 40% e diminuir significativamente a capacidade de investimentos das operadoras, semfalar nos prejuízos que trará para toda a sociedade e para as demais cadeias produtivas. O recado foi dado ao ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, em encontro quemarca aunião do setorsobre o tema.A previsão dos empresários é de que o efeito desse aumento será devastador para as prestadoras.

Leia mais...

Emissão de Guias GRCS

cadastre sua empresa

Receba nossas novidades

Rio de Janeiro - RJ

Avenida Pasteur, 383 - Urca
Rio de Janeiro - RJ - CEP: 22290-240

Tel.: +55 (21) 2244-9494 - Fax:+55 (21) 2542-4092

Brasília - DF

SCN Quadra 1, Bloco F - Ed. América Office Tower
8º andar - Brasília - DF - CEP: 70711-905

Tel: +55 (61) 2105-7455